terça-feira, julho 17, 2018

"pedal(e)ar" em entrevista (Rádio Elvas)


Wislawa Szymborska dizia que "era uma pessoa antiquada, que ler livros é o passatempo mais belo criado pela humanidade". Concordo, mas junto-lhe (para além, obviamente, da bicicleta e do ar livre) o prazer da rádio, o mais belo meio de comunicação criado pela humanidade. Obrigado pela atenção Rádio Elvas!
Adicionar legenda


quinta-feira, julho 12, 2018

Dois sentimentos marcaram o dia que agora finda: o de triunfo e o de derrota


Dois sentimentos marcaram o dia que agora finda: o de triunfo e o de derrota. Junto-lhe o cansaço. Porém, os versos do poema “If” de Kipling continuam a ecoar por esta nota de diário:

Se puderes encontrar o Triunfo depois da Derrota
E receberes esses dois mentirosos com a mesma cara.

Há uma grande verdade nestes “dois mentirosos”, porque ambas sensações, quando nos dominam, ocultam-nos tanta coisa. Uma mente-nos ao fazer-nos pensar que somos uns falhados e a outra leva-nos a associar um sucesso conjuntural com a realidade do nosso ser.

Como conservar a cabeça fria quando experimentamos estes sentimentos? Sou incapaz de dar conselhos, contudo partilho uma citação sublinhada num ensaio de Charles Pépin (que tantos filósofos levou ao divã):

É não perdendo nunca de vista o único sucesso que realmente conta, o da nossa aventura humana e que o verdadeiro desafio é o de se manter à altura da humanidade, tanto no sucesso como no fracasso.



Ah, Jean Seberg...